: Escrevo não porque sei, mas por gosto e impulso... E assim escrevo errado mesmo...

(E o conteúdo deste blog que não consta fonte, é de minha autoria...)

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Natal...


Eu amo o natal... 
Sou Católica e comemoro o Natal de Jesus Cristo, filho de Deus encarnado que veio ao mundo, para morrer e ressuscitar salvando assim a humanidade... 
Marco histórico de separação dos tempos AC e DC. Mesmo os que não creem no Cristo usam esses termos. 
Sou plenamente consciente de que a data 25/12 foi escolhida pela Igreja em combate a uma festa pagã, Festa do Sol, com o argumento de que Jesus é o Sol Maior. Quando não se sabe a data exata do nascimento de uma criança escolhe-se uma para registros e afins. 
Na minha casa, na infância sempre ganhávamos presentes. Não do Papai Noel, mas do nosso Pai que tinha, graças a Deus Pai, conseguido trabalhar o ano inteiro para nos sustentar e com sobra para nos presentear da mesma maneira que Deus presenteara à humanidade dando-nos Seu Filho Jesus. 
Montamos árvore, presépio, fazemos arranjos de velas, usamos luzes, estrelas... Todos símbolos de Cristo. Não vou detalha-los para não estender o texto, mas explico se alguém perguntar. 
O Presépio daqui de casa
(Montagem minha com supervisão e pitacos de Mãe!)
Não fazemos “ceia” (de comida) como existe o costume, mas sempre fizemos “ceia” de amor, oração em família... Do nosso jeito vivemos o Natal... 
Natal é tão lindo, tão amor... Tempo de abraços, reencontros... Família, amigos... 
Mas para alguns é triste... Para os que não vivem em essência e plenitude e lhes falta família, amigos, o necessário... E por isso tempo de reflexão... De partilha... 
Frases de duas de canções, (ambas de Pe. Zezinho, scj) em especial ilustram meu natal: 
Feliz Natal Jesus, eu vou nascer!” – Sim, o Natal que comemoramos é o d’Ele, mas nós é que renascemos, para Ele, para nós, para o próximo, para o amor; 
Tudo seria bem melhor, se natal não fosse uma dia, se as mães fossem Maria, se os pais fossem José, e se a gente parecesse com Jesus de Nazaré.” – Pais e Mães exemplares e filhos (todos somos) amor em pessoa... É difícil amar? (resposta pessoal...) 

Assim que vejo o Natal... 

E desejo, um Natal cheio de amor! Que o Jesus que foi menino, inspire e abençoe a todos. 

Aos meus amigos não cristãos, mesmo crendo diferente, oro por você com minha fé... 

Abraços a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hum! Vai comentar! Agradecida!